Como diz o slogan: Essa corrida merece um brinde!!! Meia Maratona Caixa Wine Run / RS, uma corrida belíssima e desafiadora nas serras Gaúchas.

Fortaleza, 01/03/2021 - Em 2014, exatamente nesta época do ano, estávamos divulgando uma das corridas mais marcantes que já tivemos a oportunidade de trabalhar nos últimos 17 anos de Portal do Corredor, e desta vez, abrimos espaço para recapitularmos a nossa viagem à Bento Gonçalves / RS, quando embarcamos para a Meia Maratona Wine Run, uma corrida belíssima e desafiadora, realizada entre os vinhedos da Vinícola Rio Sol nas Serras Gaúchas. Naquele ocasião, após alguns dias de hospedagem na cidade, recordo-me que acordamos por volta das 5h da manhã no dia da corrida, com muito frio, e pegamos o transfer (ônibus), que nos levaria ao local da largada, não muito distante do hotel.

Nos anos seguintes, a corrida passou a acontecer no nordeste, nos vinhedos da Vinícola Rio Sol no Vale do Rio São Francisco / PE, e também tivemos a oportunidade de divulgarmos e participarmos do evento, desta vez, com muitos corredores cearenses que passaram a conhecer o evento através das nossas publicações. No momento, a corrida retornou ao seu local de origem, e a próximo edição irá acontecer em Bento Gonçalves / RS, com data prevista no momento para, 15/05/2021.

Confiram abaixo a matéria da corrida com algumas atualizações.



Bento Gonçalves, 05/04/2014 - Realizou-se neste sábado em Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, a 3ª edição da Meia Maratona Wine Run, uma prova desafiadora que exige muito preparo físico de qualquer corredor.

A largada aconteceu às 9h da manhã com uma temperatura agradável, aproximadamente 18º C, mas o implacável e desafiador percurso da corrida, com inúmeras subidas e descidas em terreno bastante acidentado, logo fez a diferença. Ao final, Reginaldo Silva do Cruzeiro foi o vencedor com o tempo de 1h e 14min, enquanto Ana Gorini foi a vencedora entre as mulheres, com o tempo de 1h 39min.


No belissímo percurso arborizado e frio de Bento Gonçalves, você encontra trechos com paralelepípedos e estradas naturais com terra e cascalhos, principalmente nas subidas e descidas da serra. Asfalto, é o que você menos encontra, mas quando ele aparece, seus olhos brilham de alegria, e é aquela hora de tirar a diferença, "se você ainda tiver fôlego!

Na noite anterior ao evento, os atletas receberam o seu kit no aconchegante CTG Laço Velho, com a opção de um jantar de massas com danças culturais da região, e uma feira com produtos esportivos e vinhos de todos os tipos, fabricados pela Vinícola Rio Sol.

Release oficial: By, LOCAL / Wine Run.

ATLETA DO CRUZEIRO CONQUISTA A CAIXA WINE RUN. ANA GORINI É TRICAMPEÃ.


Vencedores baixaram o tempo da prova, disputada num belo dia de sol no Vale dos Vinhedos entre Garibaldi e Bento Gonçalves. Festa na chegada foi novamente o ponto alto.

Bento Gonçalves (RS) - A CAIXA Wine Run chegou à terceira edição quebrando recordes e com melhor nível técnico. A prova disputada na bela manhã de sol deste sábado (5), na Serra Gaúcha, por 1.400 corredores, foi vencida pelo atleta do Cruzeiro Reginaldo José da Silva, que completou os 21 quilômetros entre Garibaldi e Bento Gonçalves em 1h14min18, quase seis minutos a menos do que o campeão do ano passado. O mesmo aconteceu no feminino, quando a tricampeã Ana Gorini da Veiga fechou o percurso em 1h39min22, reduzindo em quase oito minutos seu tempo de 2013.

Entre as duplas femininas a prova foi ainda mais forte. Destaque para a parceria de Goiás, Sul Rosa e Daiane Barros, que venceram em 1h38min57, incríveis 27 minutos a menos do que as campeãs do ano passado. Sul Rosa é tricampeã brasileira juvenile de corrida de montanha e sua parceira é vice-campeã brasileiro no adulto.

O belo dia de sol e clima ameno, em torno de 20 graus às 9 horas da manhã, colaboraram para que os competidores fizessem uma prova rápida, mesmo tendo de enfrentar vários trechos de subidas íngremes e descidas acentuadas. O campeão da prova Reginaldo da Silva tomou a dianteira no sexto quilômetro e cruzou a linha com 1min16 de vantagem sobre seu companheiro de equipe Mércio Silva Ferreira.

"A prova é maravilhosa, num lugar tão bonito que a gente chega a ficar emocionado", contou Reginaldo, que está num bom momento. Recentemente o atleta foi bronze na Meia Maratona de Florianópolis e no domingo próximo vai representar o Cruzeiro na abertura do Circuito CAIXA, em Salvador.

Quem também não cabia em si de tanta felicidade era a tricampeã Ana Gorini da Veira, que mostrou novamente não ter adversárias na Serra Gaúcha. Além de baixar 8 minutos no seu tempo, ela cruzou 15 minutos à frente da vice-campeã, Sabrina Bortolotto. A professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul deu a receita de tanta eficiência. "Desta vez corri sem dor (ano passado estava recuperando-se de uma hernia), acordei muito bem disposta e estou amando mais", referindo-se ao namorado, que estava ao seu lado assim que ela cruzou a linha. Ana correu a prova com o patrocínio pontual da vinícola Rio Sol, mas busca uma parceria fixa. "Quem sabe uma marca não começa a investir em mim", completou.

Diferenciais da CAIXA Wine Run - Embora tenha atraído atletas da elite nacional nesta edição, a CAIXA Wine Run se diferencia de outras provas em vários outros aspectos. Além de permitir que o participante conheça uma região marcante do País, oferece ao atletas-turistas um mergulho na tradição da Serra Gaúcha, desde as danças e músicas típicas, que abrilhantaram o jantar de massas da noite de sexta-feira, até visitas a algumas das principais vinícolas do País.

A cultura do vinho e do suco de uva predomina na festa da chegada, num campo de futebol no Vale dos Vinhedos, quando o atleta é recepcionado com suco de uva, espumante, massas, queijos, salames caseiros e outros mimos. Tanto que todos ficam no local até quase três horas após o final da prova, comemorando com os amigos e dançando numa grande confraternização.

"Nunca disputei uma prova com um percurso tão lindo, passando por parreirais, vinícolas em uma região com muita identidade . Além disso, a chegada é uma festa sensacional, com um astral diferente, onde ninguém quer ir embora", resumiu bem a goiana Daiane Barros, campeã entre as duplas e com vários anos de experiência em corridas de montanha.

Outro dado relevante é o grande contingente feminino. Enquanto a maioria das provas tem cerca de 30% de mulheres, a CAIXA Wine Run tem mais de 50%, com representantes dignas da famosa beleza das gaúchas. Exemplo claro foi o pódio dos trios femininos, com nove corredoras do Estado. As campeãs vieram de Porto Alegre e correm pela Sogipa: a fisioterapeuta Vanessa Salgueiro, a publicitária Debora Dorneles e a administradora Ana Kremer.

O Rio Grande do Sul, aliás, esteve presente na prova com metade dos competidores, enquanto os outros 700 vêm de 15 Estados do Brasil, de todas as regiões. "A terceira edição mostrou que a prova está consolidada na Serra Gaúcha. Talvez ela possa crescer um pouco mais em número de participantes, embora a logística seja bem complexa, com esquema de ônibus levando os corredores para a largada e os pontos de revezamento", explicou Freddy Carvalho, diretor do evento, que comandou um staff de 140 pessoas e contou com mais de 30 ônibus.

Freddy aproveitou para confirmar a realização da segunda edição da CAIXA Wine Run do Nordeste. Será no dia 7 de setembro, na cidade de Lagoa Grande, em Pernambuco, na divisa com a Bahia, em pleno Vale do São Francisco, que irriga as videiras da região tornando-as uma das mais produtivas do mundo, com mais de duas safras por ano. E com mais uma novidade: a prova valerá como o Campeonato Brasileiro de Longa Distância.


Resultado: 21 km - Masculino.

1.- Reginaldo José da Silva ( Cruzeiro ) - 1h14min18

2.- Mércio Silva Ferreira ( Cruzeiro ) - 1h15min34

3.- Cezar Camillo ( FlyTour / Naturovos ) - 1h20min35


Resultado: 21 km - Feminino.

1.- Ana Gorini da Veira ( Rio Sol ) - 1h39min22

2.- Sabrina Bortolotto - 1h54min32

3.- Ivani Peterle - 1h56min14


Duplas Masculinas.

1.- Marcos/Eder ( Ascorp ) - 1h23min44

2.- Márcio/Vanderlei ( Cristorei Mat.Elétricos ) - 1h33min00

3.- Wander/Cristiano ( Wander Viel ) - 1h34min46


Duplas Femininas.

1.- Sul Rosa / Daiane ( Governo de Goiás/Pura Água / Faculdade Padrão/La Sportiva ) - 1h38min57

2.- Solange / Cláudia - 1h46min27

3.- Márcia / Jaqueline ( Móveis Raupp ) - 1h48min01


Duplas Mistas.

1.- Vilson / Juliana ( Run4Life ) - 1h34min23

2.- Rita/Eduardo ( RA Runners / Aerostep ) - 1h36min04

3.- Fernanda / Diego ( Winners / Adidas / Powerade ) - 1h42min30


Trios Masculinos.

1.- Tauro / Cláudio / Joaquim ( Tauro Bonorino ) - 1h22min55

2- Gustavo / Alexandre / Rodrigo ( Cerro Largo ) - 1h26min26

3- Felipe / Mateus / José - 1h29min57


Trios Femininos.

1.- Vanessa / Débora / Ana ( Sogipa Percorrer ) - 1h42min41

2.- Andrea / Vanessa / Neusa ( Run4Fun ) - 1h56min31

3.- Camila / Kaoanna / Vanessa ( Newspace ) - 1h56min52


A CAIXA Wine Run é uma realização da Zenith Marketing e Revista Adega com o patrocínio máster da CAIXA e apoios: Casa Valduga, Miolo, Aurora, Rio Sol, Pizzato, Perini, Salomon, Powerade, Dall Onder, Orquídea, 3 Corações, Suco de Uva Brasil, Aprovale, SEMTUR, Bento Convention Bureau.


Fonte: LOCAL

Relato do campeão e recordista da prova, o atleta Reginaldo José da Silva da Equipe do Cruzeiro Esporte Clube de Belo Horizonte.

Cheguei a Bento Gonçalves com a grande responsabilidade de honrar o nome da Equipe do Cruzeiro Esporte Clube de Belo Horizonte, e consegui, ao lado do meu amigo Mércio, que era o favorito, mas corremos lado a lado desde o início, até eu conseguir liderar a partir do 6km até o final.

Dedico a vitória ao meu "Senhor Jesus Cristo", e depois ao meu treinador e companheiro Alexandre Minirdi, um ser humano iluminado que Deus colocou na minha vida para viabilizar as vitórias e conquistas de um atleta tão humilde, que saiu da roça para as corridas do mundo.

Comentários da prova:

Relato do atleta Mércio Silva Ferreira, da Equipe do Cruzeiro Esporte Clube de Belo Horizonte.

Depois da minha vitória na Corrida BH Show, cheguei a Bento Gonçalves confiante para a prova, embora nunca tenha participado desta corrida no Rio Grande do Sul. Gostei muito da prova principalmente pelo difícil percurso e no final conseguimos uma dobradinha com o amigo Reginaldo José da Silva em primeiro e eu logo atrás em segundo.

Agora, iremos nos preparar para a 3ª Corrida do Cruzeiro / Olympicus, que será realizada em BH no próximo dia 01 de maio às 8h da manhã, com largada e chegada na sede social do maior de Minas, "Cruzeiro".

Relato do treinador Alexandre Minardi / Cruzeiro de Belo Horizonte.

Ao meu caríssimo amigo de outras corridas, Félix Luis, parabenizo pela conclusão desta difícil prova, você foi um guerreiro, pois completar a Wine Run / RS, não é fácil. Graças à Deus que os dois atletas do Cruzeiro ganharam com dobradinha, 1º e 2º, Reginaldo sendo o campeão baixando o tempo da prova em 5 minutos, e até o Mércio, que foi o segundo, baixando o recorde da prova em 2013.

Quero aproveitar o embalo e parabenizar todos os atletas que completaram a prova, todos foram guerreiros e para encerrar, parabenizo o profissionalismo do Portal do Corredor, com uma simples foto nossa que chegou a quase 3.000 visualizações em pouco mais de um dia, e também a belíssima organização da Wine Run, em especial ao amigo Freddy Carvalho, que deu um show na organização.

Relato de Félix Luis, atleta amador e Diretor do site Portal do Corredor.

Saí de Fortaleza para fazer a cobertura do evento e participar de mais uma meia maratona, como estou acostumado, mas após uns 10 minutos de prova, vi que a Wine Run / RS, não seria apenas mais uma prova de 21km.

Preocupado com o frio, até larguei com luvas, mas depois de uns 3 Km, vi que elas seriam desnecessárias pois o corpo já estava aquecido e o frio era suportável. No entanto, o maior desafio estava no percurso, com muitas subidas, algumas descidas íngremes com areia e cascalhos, trechos com paralelepípedos, e outros trechos com asfalto. Aos poucos, essas diferenças foram separando os corredores postulantes ao podium dos demais, e muitos caminhavam nos trechos mais difíceis.

O mesmo comentário que ouvi de um corredor de Brasília serve para a minha análise pessoal. Ele disse: "Fiz a Golden Four de Brasília em 1h 35min, e pensei que aqui faria bem menos por causa do frio, mas que nada, quase chego em 2h".

No meu caso, concluí a prova em 1h 53min, com um acréscimo de 20 minutos em relação ao meu melhor tempo nos percursos planos ao nível do mar, mas apesar de todas as dificuldades, a corrida é belíssima e desafiadora, principalmente para quem gosta de encarar viagens com desafios e muita, mas muita superação. Em breve, estaremos juntos na próxima edição da Wine Run, se Deus quiser!!!

Seleção de fotos: Wine Run Bento Gonçalves / RS, 2014.

Links Patrocinados / Destaques:

NEXUS CONTABILIDADE: Divulgamos e sempre recomendamos a nossa empresa contábil, que está com o Portal do Corredor desde o início, há 16 anos. A Nexus Contabilidade está no mercado há 21 anos, atuando na prestação de serviços de assessoria contábil, fiscal, trabalhista e previdenciária, atendendo a organizações nos seguintes setores: consultorias (jurídica, gestão empresarial, etc); consultórios médicos e odontológicos; empregadores domésticos; representações comerciais, MEI. Fone: (85) 9994.4424.